Buscar
  • Admin

SIPAT – A SEMANA DA SEGURANÇA

Atualmente, em empresas de todos os portes, é muito raro encontrarmos alguém que nunca ouviu falar na SIPAT – A Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho.



Instituída em 1978 através da Norma Regulamentadora N° 05, a SIPAT se tornou uma ferramenta fundamental na conscientização de funcionários de empresas dos mais diversos segmentos sobre a importância do pensamento e procedimento seguros. E isso tem uma razão. A segurança não se faz com normas, regras e punições. É necessário que faça parte da rotina e do pensamento de cada

colaborador. Além disso não são apenas aqueles que operam máquinas e atuam nas linhas produtivas que devem se preocupar com segurança. Muitos acidentes acontecem em ambientes de escritório onde aparentemente nenhum risco à segurança ameaça os colaboradores. Mas será que organizar uma semana de conscientização com um temavtão complexo é fácil? Vamos debater um pouco:


Quais os desafios de uma SIPAT?

Naturalmente um evento, por menor que seja, demandará um investimento financeiro e pessoas comprometidas que possam levar adiantes as ideias para a SIPAT. Além desses pontos é de suma importância que esses investimentos sejam feitos da forma correta. Ninguém quer perder seu tempo com uma atividade que não irá atingir o objetivo esperado, que nesse caso é a conscientização da equipe e a consequente redução de acidentes de trabalho. Portanto, prender a atenção e fazer com que os colaboradores se interessem pelo evento é ponto chave

para o sucesso de qualquer SIPAT.


O que posso fazer para motivar a equipe e garantir boa participação na SIPAT?

Assistir a uma SIPAT é diferente de ir a um show de seu cantor favorito. As pessoas que estão em um show disponibilizaram voluntariamente seu tempo para estar ali. Ou seja, elas querem estar naquele lugar. A participação em uma SIPAT muitas vezes enfrenta a resistência dos funcionários porque envolve quebra de rotina e a sensação de que o trabalho ficará atrasado por terem que “perder tempo com coisas inúteis”. Para que esse quadro seja mudado algumas ações simples podem ajudar a empresa a despertar o interesse das pessoas pelo evento. Vamos apresentar 3 dicas que podem fazer a diferença na organização da SIPAT


1- Envolver a equipe no planejamento:

Incluir a equipe na organização da SIPAT é uma ótima estratégia para que as pessoas se interessem. Uma boa forma de fazer isso é criar um sistema de sugestões, onde a equipe possa dizer o que espera da SIPAT e quais temas

gostaria de ver abordados. Essa ideia é particularmente interessante porque faz com que as pessoas recordem situações que viveram de fato e que serão retratadas em uma palestra, teatro ou outra atração da SIPAT. Como os

temas foram sugeridos pela equipe, o interesse, sem dúvida, será maior.


2- Nem 8 nem 80:

Assistindo a algumas SIPATs vimos que certas empresas tratam os temas de forma excessivamente profissional, dando às atrações um ar de “empresa e trabalho”. Essa abordagem deixará sua SIPAT monótona e desinteressante, pois em nada irá diferir de uma apresentação de resultados feita pelo chefe. O outro extremo são SIPATs que mais parecem um show de circo do que um evento sério e importante. Os palestrantes estão mais preocupados em entreter o pessoal do que passar informações. Nem 8, nem 80. A SIPAT deve ter um clima irreverente e gostoso, que chame a atenção dos participantes, porém não deve negligenciar a importância dos temas tratados. Invista em palestrantes que sejam capazes de unir alegria e irreverência à seriedade que é necessária nessas situações.


3- Dia da Família:

Uma ótima forma de conquistar os funcionários a participarem da SIPAT é proporcionar um dia para a família. Acredite. As pessoas se sentem valorizadas quando têm a oportunidade de mostrar seu local de trabalho aos seus filhos e cônjuges. As crianças costumam se interessar pelo que os pais fazem e se orgulham disso, não importando qual a ocupação dos pais na empresa. Ver um sorriso no rosto de seus filhos certamente dará uma boa razão a cada funcionário para participar e absorver o que foi ensinado na SIPAT. Oferecer também um agrado à família pode ser uma ótima forma de estabelecer laços.



Concluindo...

Acredite, investir em uma SIPAT bem organizada e que atinja os objetivos de um momento como esse é bem mais barato do que arcar com os custos provenientes de acidentes de trabalho nas empresas. Faça uma SIPAT diferente e com carinho. O retorno é garantido.

Gostou do nosso artigo? Conte nos comentários sua opinião!

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon